Resenhas de jogos de RPG Maker – e coisas relacionadas

Um jogo no RPG Maker XP por Ice marcos.

Resenha por Eurritimia.

Introdução

Pra quem não sabe, este jogo é a continuação do The Quintal Of The Hill. Como ninguém nunca jogou o primeiro jogo, o autor preocupou-se em resumi-lo:

Segue desde que Ice,seus amigos e o Mestre conseguem vencer uma certa invasão causada por um mago, esse inimigo rapidamente torna o mundo em um caos total, ostentando a busca por um mundo para governar.

Vamos pular a tela-título e partir para a ação. Primeiro vemos o Adam do XP num fundo estrelar e logo em seguida um clarão branco atinge Adam e o mata instantaneamente.

.........................................

…………………………………..

Ao passar o portal dos tempos,
O guerreiro entrou em um sono profundo… (achei que tivesse morrido)
O tempo passou…
O grande inimigo da era anterior foi derrotado…
O garoto que com sua coragem enfrentou o mal…
Agora parte em uma nova busca…
Em busca do mestre…
E é chegado o momento de despertar…

.........................................

…………………………………..

A lenda continua…
Apos o mundo ser salvo por Marcos e seus amigos, algo foi determinado…
Marcos , agora conhecido como Ice (Ice, baby, Ice) o guerreiro da coragem. Parte para uma nova busca…
A busca do Mestre.
Graças a um mapa deixado pelo próprio Mestre em sua casa. Ice pôde achar a passagem secreta para os portoes dimensionais. E agora é o momento de seguir seu destino…

Leia a legenda a seguir.

Uma mensagem sem texto, por quê? Por quê?

Depois desta caixa de texto sem nenhum texto escrito, podemos controlar o personagem. O cenário parece desolador e um tanto quanto vazio em termos de fundo, o que dá a cada coisa nele um pouco de valor. Na placa lemos: “Oráculo. Ciclo da dimensão.” O cristal branco da direita faz barulho enquanto o da esquerda diz “Nossa! É como se o universo estivesse dentro desse cristal.” A rocha da direita diz “Esta rocha parece flutuar, que estranho….” Estranho não é apenas esta rocha, mas o mapa inteiro. Os globos se chamam “Chama do cosmos”.

Cansado de conversar com cristais e rochas, fui falar com o sujeito com o dobro da minha altura.

Aqui é a passagem dimensional . Ao entrar será enviado a um lugar desconhecido para voce. Não sei como conseguiu vir até aqui… (Honestamente, nem eu)
Mas agora que entrou não terá mais volta.

Um brilho branco clareia a tela e sou teleportado para um lugar no espaço com um sujeito encapuzado.

Que. Porra. É. Esta?

Esta foto carece de uma legenda que a explique apropriadamente.

Uau!

Atenon, o guardião dos portões dimensionais

Talvez seja o sol né?

De qualquer forma, os cristais fazem barulho e contêm universos dentro de si mesmos. O que eu não havia percebido anteriormente é que há três caminhos para escolher. Fui no do meio por causa da screen acima.

Este caminho é para aqueles que acreditam que o Sol é o centro.

Heliocentrismo

Achei um baú. Em vez de tesouro…

"Aqui descansa, Godofredo"

Violando os restos mortais de Godofredo

No canto superior direito do mapa, tem uma entrada para um lugar (propositalmente vago na descrição).

Uma cidade dentro de uma caverna?

Fui no caminho do meio e parei aqui.

Espero encontrar o Mestre logo, pois tudo esta confuso, tudo parece estar se consumindo (hã?), Tenho que encontra-lo…
Sul, de Rutoria.

Sei lá o que dizer, sério. Tem uma torre de xadrez gigante perto da porta, um cachorro, um senhor de barba azul, postes, relógio, escadas, uma criança, um idoso, barris e um sujeito de armadura.

*Clique aqui para ser redirecionado ao TV Tropes!*

Só com autorização

Você não precisa clicar aí pra salvar o jogo, dá pra salvar em qualquer lugar.

A torre virou uma jóia.

Leste de Rutoria

Cidade extremamente vazia

Leste de Rutoria

A casa de telhado vermelho parece uma loja, mas o vendedor de lá pede que a gente jogue o jogo dos pisos. Nada tendo melhor pra fazer, aceito o desafio.

É igual ao puzzle do Wandercledyson, só que mais difícil.

Cuidado onde pisa.

O puzzle é o mesmo do que o Wandercleydson, só que bem mais difícil, então desisti.

Fui até a porta do prefeito, mas ele não estava.

Prefeito só aparece quando chegar o momento certo da história

Prefeito muito ocupado.

Indo para esquerda acabei saindo da cidade.

Norte de Rutoria

Eu li "galubói"...

O líder dos Garoboys

Aqui o cenário já é algo mais rural, mas não quer dizer que seja melhor mapeado.

Este garoto é o líder de uma gangue (ou “guangue”). Ele me oferece pra fazer parte da guangue, que recuso prontamente.

Andando mais um pouco volto à cidade por um corredor. Atravessando-o chego a…

Oeste de Rutoria

ldfslfjglfjglkduirtujgiflg

Meu Deus do céu… Olha este mapa!

Como todo mapa do jogo, temos entradas e pessoas. Já perceberam que estou poupando vocês do que os NPCs falam porque não dizem coisa com coisa.

Como podem ver, há dois pedaços de madeira à esquerda. O de cima diz “Serviço Social” e o debaixo diz “Loja de Armas”, mas ambos levam para a loja de armas.

Hã? Como assim?

Leiam sempre a Bíblia

Como não tenho mais o que fazer no jogo, acabei me juntando à gangue do pirralho.

Passar por uma avaliação

Avaliação: Resolva a hipótese de Riemann.

Que avaliação? Vejamos…

O teste consiste em encontrar os tres membros da gangue fora eu,e conseguir pega-los.

Andei um bocadinho e não consegui encontrar ninguém que fosse da equipe. Já chega né.

Conclusão

Incrível como este jogo tem cara de “primeiro jogo” – história sem sentido, mapeamento horroroso, diálogos simplórios… Se serve de consolo para os puristas no maker, o criador não colocou nenhum script.

Enfim, se estiver procurando um jogo bom, emocionante, que te faça pensar… Não será aqui que o encontrará.

Estatísticas

Saves Utilizados: 1
Personagens Jogáveis: 1
RTP? Totalmente
Batalhas Aleatórias: Não
Game Over: Não
Erros de Português: Uma quantidade considerável
Gostei: Nada
Não Gostei: Tudo, com especial menção ao mapeamento.
Como será o primeiro jogo?
Anúncios

Comentários em: "The Quintal Of The Hill 2 Em Busca do Mestre (parte 1)" (3)

  1. Dá para ver a influência do Caminho Estreito nesse jogo.

  2. O arquivo desse jogo é enorme,putz.
    Esse é o segundo jogo que o cara fez,e ele teve a brilhante ideia de postar no maker.

  3. AlbertVonKarma disse:

    Dá pra ver a influencia de Zelda Majora’s Mask nesse jogo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: